QUAIS GAROTAS?

Em resumo, as mulheres que se dedicam à prostituição estão em uma situação de especial vulnerabilidade:

  • Pelo estigma que marca a sociedade;
  • Pela vulneração de direitos sofridos ao longo da sua vida;
  • Pela falta de reconhecimento e direitos como cidadãs livres;
  • Pelas especiais condições dos espaços onde exercem sua atividade(locais insalubres ou pouco seguros, ruas com  riscos de assaltos e violência, etc. );
  • Pela ausência de proteção das autoridades competentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *