PUBLICAÇÕES

Projeto Oblata de BH firma parceria com Centro de Direitos Humanos dos Franciscanos

Compartilhar

IMG_3559

A Equipe do Projeto Oblata Diálogos pela Liberdade e representantes   do Centro Franciscano de Defesa dos Direitos –CEFAD se reuniram na tarde de hoje (13) na nossa sede para definir uma parceria entre as duas instituições.

O CEFAD, da Província Santa Cruz da  Ordem dos Frades Menores se encontra na Av. Amazonas, 314, Centro de Belo Horizonte. No seu espaço  Bem estar se oferecem variadas terapias naturais e complementares afim de promover saúde integral focando em tratamentos humanizados. As atividades estão dirigidas a  pessoas com vulnerabilidade social e baixa renda.

IMG_3558

Graça as esta parceria,   Pastoral da Mulher poderá encaminhar as mulheres atendidas e suas famílias ao CEFAD. Além disso, poderemos também encaminhá-las para  Educafro Minas, também da instituição franciscana. Educafro Minas é um Pré-Vestibular (ENEM) comunitário, que tem como principal objetivo, inserir e garantir a permanência de negros e pessoas da camada popular dentro das Universidades Públicas (Federais e Estaduais), quanto nas Universidades Particulares através das Bolsas de estudo que podem a chegar a 100%.

Desde o Projeto Oblata Diálogos pela Liberdade agradecemos muito o interesse e esforço do Centro Franciscano em firmar esta parceria que permitirá atender melhor aos  grupos de pessoas especialmente vulneráveis que são o centro da nossa missão.

 

 

 

Conteúdos do blog

As publicações deste blog trazem conteúdos institucionais do Diálogos pela Liberdade – Unidade da Rede Oblata Brasil, bem como reflexões autorais e também compartilhadas de terceiros sobre o tema prostituição, vulnerabilidade social, direitos humanos, saúde da mulher, gênero e raça, dentre outros assuntos relacionados. E, ainda que o Instituto das Irmãs Oblatas no Brasil não se identifique necessariamente com as opiniões e posicionamentos dos conteúdos de terceiros, valorizamos uma reflexão abrangente a partir de diferentes pontos de vista. A Instituição busca compreender a prostituição a partir de diferentes áreas do conhecimento, trazendo à tona temas como o estigma e a violência contra as mulheres no âmbito prostitucional. Inspiradas pela Espiritualidade Cristã Libertadora, nos sentimos chamadas a habitar lugares e realidades emergentes de prostituição e tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, onde se faz necessária a presença Oblata; e isso nos desafia a deslocar-nos em direção às fronteiras geográficas, existenciais e virtuais. 

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *