PUBLICAÇÕES

Atuando na Sensibilização Social

Compartilhar

3

Na noite de 10/05/2018, Lucinete Santos (Educadora Social – com formação em Serviço Social), participou de roda de conversa na disciplina de Direitos Humanos, turma de 8º período, do curso de Serviço Social, Campus Coração Eucarístico – BH, com tema: Direitos Humanos e Prostituição.

2

Na oportunidade foi apresentado o trabalho desenvolvido pelo Projeto Diálogos pela Liberdade junto às mulheres que trabalham na prostituição no Hipercentro de BH (metodologia de trabalho; desafios encontrados; o fazer do profissional de Serviço Social e Educador/a Social; a luta pelos direitos humanos e superação da violência contra as trabalhadoras sexuais…).

Como relata a estudante Letícia Guedes:

“A apresentação realizada abre novos caminhos. Durante a nossa formação não discutimos esse tema. Mesmo na disciplina de Gênero, Raça e Etnia.Trazer essa demanda para o curso de Serviço Social é interessante por apresentar uma nova perspectiva, já que o nosso objeto de trabalho é a Questão Social. Essa reflexão para a gente que está formando agora, que vamos para o mercado de trabalho é extremamente importante.  

Além disso, a questão do estigma muitas vezes está presente no próprio curso ou nos próprios estudantes de Serviço Social. É importante pensar e refletir o nosso posicionamento profissional em todas as áreas que vamos atuar”.

 

As/os estudantes participaram ativamente do debate. E dessa forma, o Projeto Oblata Diálogos pela Liberdade segue com o compromisso de sensibilizar a sociedade em geral sobre a promoção da vida, dignidade e liberdade da mulher, em especial, a que se encontra em contexto de prostituição.

 

 
 
 
 

Conteúdos do blog

As publicações deste blog trazem conteúdos institucionais do Diálogos pela Liberdade – Unidade da Rede Oblata Brasil, bem como reflexões autorais e também compartilhadas de terceiros sobre o tema prostituição, vulnerabilidade social, direitos humanos, saúde da mulher, gênero e raça, dentre outros assuntos relacionados. E, ainda que o Instituto das Irmãs Oblatas no Brasil não se identifique necessariamente com as opiniões e posicionamentos dos conteúdos de terceiros, valorizamos uma reflexão abrangente a partir de diferentes pontos de vista. A Instituição busca compreender a prostituição a partir de diferentes áreas do conhecimento, trazendo à tona temas como o estigma e a violência contra as mulheres no âmbito prostitucional. Inspiradas pela Espiritualidade Cristã Libertadora, nos sentimos chamadas a habitar lugares e realidades emergentes de prostituição e tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, onde se faz necessária a presença Oblata; e isso nos desafia a deslocar-nos em direção às fronteiras geográficas, existenciais e virtuais. 

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *