PUBLICAÇÕES

Equipe do Projeto Diálogos realiza encontro de espiritualidade

Compartilhar

img_3088

Um dia de meditação,  confraternização e  espiritualidade. Assim foi a segunda feira  (13/02), para os integrantes da equipe do Projeto Oblata Diálogos pela Liberdade.

O encontro aconteceu no Centro de Retiros Nalandarama no povoado de Casabranca, município de Brumadinho/MG. Um belo lugar  na floresta, longe da agitada cidade de Belo Horizonte.

A equipe do nosso projeto Oblata  passou o dia em meditação e silêncio, em  contato com a natureza.  Foi uma oportunidade para refletir e orar a nossa missão, as motivações profundas do nosso trabalho e as distintas emoções suscitadas no dia a dia.

Ajudou-nos , orientando nossas meditações, Ricardo Sasaki, psicólogo clínico e Diretor-Fundador do Centro de Estudos  Nalanda, fazendo com que todos vivessem a riquíssima experiência do silêncio, acrescido pela contemplação e oração, tão beneficiadas num ambiente de uma beleza natural que a todos maravilhou. Foi um dia muito abençoado, de silêncio, oração, contemplação e avaliação de nossa caminhada.

img_3092

Conteúdos do blog

As publicações deste blog trazem conteúdos institucionais do Diálogos pela Liberdade – Unidade da Rede Oblata Brasil, bem como reflexões autorais e também compartilhadas de terceiros sobre o tema prostituição, vulnerabilidade social, direitos humanos, saúde da mulher, gênero e raça, dentre outros assuntos relacionados. E, ainda que o Instituto das Irmãs Oblatas no Brasil não se identifique necessariamente com as opiniões e posicionamentos dos conteúdos de terceiros, valorizamos uma reflexão abrangente a partir de diferentes pontos de vista. A Instituição busca compreender a prostituição a partir de diferentes áreas do conhecimento, trazendo à tona temas como o estigma e a violência contra as mulheres no âmbito prostitucional. Inspiradas pela Espiritualidade Cristã Libertadora, nos sentimos chamadas a habitar lugares e realidades emergentes de prostituição e tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, onde se faz necessária a presença Oblata; e isso nos desafia a deslocar-nos em direção às fronteiras geográficas, existenciais e virtuais. 

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *