PUBLICAÇÕES

Celebração dos 35 anos do Projeto

Compartilhar

 
IMG_4956

O Projeto Oblata Diálogos pela liberdade está comemorando 35 anos em Belo Horizonte.  Para a celebração de aniversário, contamos com a presença de numerosas mulheres, das irmãs oblatas,  Ivoni, Leonira,Pilar, Priscilla e Assunção ; de toda nossa equipe , dos voluntários e colaboradores e parceiros do Projeto.

Nossa Entidade, com o nome de Pastoral da Mulher, teve seu início em março de 1982, quando, em reunião na Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Lagoinha) , as irmãs Oblatas do Santíssimo Redentor – Ivoni e Encarnação – se dispuseram a trabalhar, junto com outros leigos e religiosos/as, promovendo a vida e dignidade das prostitutas de Belo Horizonte.

Atualmente, e com o nome de Projeto Oblata Diálogos pela Liberdade, continuamos realizando a mesma missão de  enfrentamento do estigma que sofrem as mulheres que exercem a prostituição e da promoção de seus direitos humanos,  focando seu empoderamento.

Fazendo   memória e a ação de graças pelos 35 anos de vida, conversamos sobre os nossos inícios,  lembrando das irmãs, voluntários e mulheres que foram passando ao longo dos anos por nossa Instituição.

O evento serviu também para apresentar os dois novos vídeos de sensibilização social e para realizar uma oficina de prevenção ao tráfico de pessoas com fins de exploração sexual.

Em seguida, houve as apresentações musicais, animadas por nossa parceira Iracema Soares (REAJE) e algumas mulheres.  Ao final, todos cantaram parabéns para o Projeto Oblata e saborearam um delicioso bolo distribuído a todos os presentes.


 
 
 
 

Conteúdos do blog

As publicações deste blog trazem conteúdos institucionais do Diálogos pela Liberdade – Unidade da Rede Oblata Brasil, bem como reflexões autorais e também compartilhadas de terceiros sobre o tema prostituição, vulnerabilidade social, direitos humanos, saúde da mulher, gênero e raça, dentre outros assuntos relacionados. E, ainda que o Instituto das Irmãs Oblatas no Brasil não se identifique necessariamente com as opiniões e posicionamentos dos conteúdos de terceiros, valorizamos uma reflexão abrangente a partir de diferentes pontos de vista. A Instituição busca compreender a prostituição a partir de diferentes áreas do conhecimento, trazendo à tona temas como o estigma e a violência contra as mulheres no âmbito prostitucional. Inspiradas pela Espiritualidade Cristã Libertadora, nos sentimos chamadas a habitar lugares e realidades emergentes de prostituição e tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, onde se faz necessária a presença Oblata; e isso nos desafia a deslocar-nos em direção às fronteiras geográficas, existenciais e virtuais. 

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *