PUBLICAÇÕES

Projeto Oblata DpL sensibilizando contra a violência

Compartilhar

IMG_5036

Na manhã do dia 02/02, Lucinete Santos (Educadora Social), realizou palestra sobre o tema da Campanha da Fraternidade 2018: “Fraternidade e superação da violência”, e lema: “Vós sois todos irmãos”. O evento aconteceu na Obra Social São José Operário – Rede Filhas de Jesus – Bandeirantes – Pampulha (BH). Estiveram presentes professores, educadores, colaboradores e religiosas.

Estar presente nesses espaços de formação e sensibilização social é um dos objetivos do PpL a fim de refletir as estruturas desiguais e perversas que estamos inserid@s, inclusive as mulheres que exercem a prostituição. A partir da Campanha da Fraternidade desse ano, cujo tema nos é sugestivo, o objetivo da apresentação foi trazer à reflexão as raízes históricas, culturais e sociais da violência no Brasil. Como diz Jessé de Souza: “No Brasil não existe a cultura de Direitos humanos”.

Como relata integrante da Equipe Pastoral – Obra Social São Jose Operário:

“A Campanha da Fraternidade sempre antecipa discussões urgentes sobre a vida em nossa sociedade, e em especial a de educar os jovens para a justiça e para paz, nos convencendo que eles podem, com seu entusiasmo e idealismo, oferecer uma nova esperança ao mundo. Incluso em uma dinâmica de provocações e geração de inquietações, Lucinete trouxe questionamentos e dados que contribuirão e ajudarão toda a equipe, durante a caminhada deste ano de 2018 no trabalho com os jovens”.


 
 

Conteúdos do blog

As publicações deste blog trazem conteúdos institucionais do Diálogos pela Liberdade – Unidade da Rede Oblata Brasil, bem como reflexões autorais e também compartilhadas de terceiros sobre o tema prostituição, vulnerabilidade social, direitos humanos, saúde da mulher, gênero e raça, dentre outros assuntos relacionados. E, ainda que o Instituto das Irmãs Oblatas no Brasil não se identifique necessariamente com as opiniões e posicionamentos dos conteúdos de terceiros, valorizamos uma reflexão abrangente a partir de diferentes pontos de vista. A Instituição busca compreender a prostituição a partir de diferentes áreas do conhecimento, trazendo à tona temas como o estigma e a violência contra as mulheres no âmbito prostitucional. Inspiradas pela Espiritualidade Cristã Libertadora, nos sentimos chamadas a habitar lugares e realidades emergentes de prostituição e tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, onde se faz necessária a presença Oblata; e isso nos desafia a deslocar-nos em direção às fronteiras geográficas, existenciais e virtuais. 

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *