PUBLICAÇÕES

Meditar para nos conhecer e transformar a realidade

Compartilhar

IMG_0502

A equipe do  Projeto Oblata Diálogos pela Liberdade realizou na última quinta feira 28, no Centro Loyola de BH, um  Retiro Espiritual  com o tema: “Meditação cristã”.

IMG_0491

O P. Luiz Eustáquio Nogueira,  teólogo, mistagogo e terapeuta (psicoterapeuta  em Análise Bioenergética ), conduziu brilhantemente a parte da manhã do retiro, fazendo com que todos vivessem a riquíssima experiência do silêncio e da meditação.

À tarde, encerramos nosso dia com uma eucaristia celebrada pelo padre Marcus Mareano, fundador da Pastoral da Diversidade Sexual em BH. A cerimônia marcou a despedida da  ir Evelyn Caroline, que vai assumir uma nova missão em Angola onde as irmãs oblatas também  desenvolvem projetos de promoção da mulher . Durante as duas etapas que esteve em Belo Horizonte, antes e depois do Noviciado, sua alegria e abertura cativaram rapidamente às mulheres, também pela sua disponibilidade para o serviço.

 
Irmã Evelyn nossa gratidão por tudo e vai com Deus nesta tua nova caminhada missionária junto com Ele e o Povo de Deus.


 
 
 
 

Conteúdos do blog

As publicações deste blog trazem conteúdos institucionais do Diálogos pela Liberdade – Unidade da Rede Oblata Brasil, bem como reflexões autorais e também compartilhadas de terceiros sobre o tema prostituição, vulnerabilidade social, direitos humanos, saúde da mulher, gênero e raça, dentre outros assuntos relacionados. E, ainda que o Instituto das Irmãs Oblatas no Brasil não se identifique necessariamente com as opiniões e posicionamentos dos conteúdos de terceiros, valorizamos uma reflexão abrangente a partir de diferentes pontos de vista. A Instituição busca compreender a prostituição a partir de diferentes áreas do conhecimento, trazendo à tona temas como o estigma e a violência contra as mulheres no âmbito prostitucional. Inspiradas pela Espiritualidade Cristã Libertadora, nos sentimos chamadas a habitar lugares e realidades emergentes de prostituição e tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, onde se faz necessária a presença Oblata; e isso nos desafia a deslocar-nos em direção às fronteiras geográficas, existenciais e virtuais. 

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *