PUBLICAÇÕES

Diálogos pela Liberdade na Campanha Outubro Rosa – Batalhando contra o câncer de mama em Hotéis da Guaicurus

Compartilhar

Nos dias 10 e 17 de outubro aconteceram multidões de prevenção ao câncer de mama no Cantinho da Paz do DpL e em hotéis do Hipercentro de BH. Em parceria com a Faculdade de Medicina da UFMG, alunos/as juntamente com o professor Nathan Mendes Souza e a doutora Aline Silva, acompanhados por membros do DpL visitaram hotéis de prostituição do hipercentro de BH, onde foi possível realizar ações de prevenção ao câncer de mama com mulheres.

Para chegar até alguns hotéis, tivemos a colaboração de Jade (ativista do Coletivo Clã das Lobas). Jade é uma referência no hotel Magnífico, onde realizamos atendimentos diversos às mulheres, quinzenalmente, numa sala de convivência.  

Tivemos as seguintes ações:  

– Exame físico das mamas;

-Informações, orientações e encaminhamentos para tratamento. Os encaminhamentos médicos são realizados para o Centro de Saúde Carlos Chagas, parceira do DpL para atendimentos das mulheres que trabalham nesta região.

– Distribuição de cartilhas sobre prevenção ao câncer de mama;

– Aferição de pressão arterial e glicemia capilar;

– Auriculoterapia;

– Bate papo sobre empoderamento feminino;

– Distribuição de kit saúde;

– Lanche saudável;


 

“Quem previne prevê. Quem prevê não deixa acontecer”.

Conteúdos do blog

As publicações deste blog trazem conteúdos institucionais do Diálogos pela Liberdade – Unidade da Rede Oblata Brasil, bem como reflexões autorais e também compartilhadas de terceiros sobre o tema prostituição, vulnerabilidade social, direitos humanos, saúde da mulher, gênero e raça, dentre outros assuntos relacionados. E, ainda que o Instituto das Irmãs Oblatas no Brasil não se identifique necessariamente com as opiniões e posicionamentos dos conteúdos de terceiros, valorizamos uma reflexão abrangente a partir de diferentes pontos de vista. A Instituição busca compreender a prostituição a partir de diferentes áreas do conhecimento, trazendo à tona temas como o estigma e a violência contra as mulheres no âmbito prostitucional. Inspiradas pela Espiritualidade Cristã Libertadora, nos sentimos chamadas a habitar lugares e realidades emergentes de prostituição e tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, onde se faz necessária a presença Oblata; e isso nos desafia a deslocar-nos em direção às fronteiras geográficas, existenciais e virtuais. 

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *