PUBLICAÇÕES

Celebração do Dia internacional da Mulher

Compartilhar

IMG_6129

As mulheres participantes no Projeto Oblata Diálogos pela Liberdade estiveram hoje na nossa sede, para participar das atividades em alusão ao Dia Internacional da Mulher. Música, reflexões, bate-papos, apresentações culturais formaram parte da extensa programação.

Ao longo da tarde foram debatidas  questões de cidadania,  situações de violência e desigualdades sofridas pelas mulheres , e alguns  pontos históricos. Abordamos como era ser mulher nas décadas passadas  e como as mulheres foram , com suas lutas, conquistando novos direitos.

O evento, que contou com a presença de numerosos voluntários,  também serviu para prestar homenagem a mulheres que contribuíram para o crescimento da nossa sociedade,  para a erradicação da desigualdade social e para o desenvolvimento artístico, cultural e educacional.

Num tom reivindicativo as mulheres foram expressando seus gritos contra todas as formas de opressão e violência que  atingem as mulheres em todo o Brasil. A celebração terminou em festa com belas músicas e danças que falam dessa temática.


 
 
 

Conteúdos do blog

As publicações deste blog trazem conteúdos institucionais do Diálogos pela Liberdade – Unidade da Rede Oblata Brasil, bem como reflexões autorais e também compartilhadas de terceiros sobre o tema prostituição, vulnerabilidade social, direitos humanos, saúde da mulher, gênero e raça, dentre outros assuntos relacionados. E, ainda que o Instituto das Irmãs Oblatas no Brasil não se identifique necessariamente com as opiniões e posicionamentos dos conteúdos de terceiros, valorizamos uma reflexão abrangente a partir de diferentes pontos de vista. A Instituição busca compreender a prostituição a partir de diferentes áreas do conhecimento, trazendo à tona temas como o estigma e a violência contra as mulheres no âmbito prostitucional. Inspiradas pela Espiritualidade Cristã Libertadora, nos sentimos chamadas a habitar lugares e realidades emergentes de prostituição e tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, onde se faz necessária a presença Oblata; e isso nos desafia a deslocar-nos em direção às fronteiras geográficas, existenciais e virtuais. 

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *